Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2011

Soluções Livres adotadas pela Procuradoria Geral do Estado da Paraíba.

Desde 2007 a Procuradoria Geral do Estado da Paraíba tem optado preferencialmente por soluções livres de licenciamento para atender suas necessidades por sistemas e ferramentas baseadas em computador. Tem como objetivo gerar economia para o estado com a aquisição de tais licenças e melhorar a segurança da rede interna da PGE/PB.

A aplicação de tal política naturalmente iniciou-se pelos programas utilizados nos servidores, que são os computadores centrais que compartilham recursos e serviços acessados pelos usuários através de interfaces gráficas geradas por aplicativos nas estações de trabalho (máquinas clientes) de forma transparente, isto é, sem que o usuário perceba que programa está fornecendo tal serviço ou recurso, o que praticamente não gera impacto para os usuários. Logo, a primeira solução livre implantada na instituição foi o sistema operacional para acionar os servidores. Para tanto foi escolhido o Ubuntu Linux, devido a familiaridade dos técnicos lotados na Sub-gerência d…

PGE/PB já economizou mais de R$ 1 mi com uso de Software Livre

Imagem
A Procuradoria Geral do Estado da Paraíba (PGE/PB), por meio da Sub Gerência de Tecnologia da Informação (SGTI), há quase cinco anos instituiu a utilização de programas de computador livres de licenciamento – também conhecidos como software livre -, que além de proporcionar economia mensal de mais de R$ 15 mil (esse valor é relativo apenas a solução de gestão de processos), a migração dos sistemas operacionais e aplicativos utilizados no ambiente de trabalho tem proporcionado um ganho à segurança sem a necessidade de contratação de caras ferramentas de antivírus.

Segundo o gerente da SGTI, Guido Giuseppe, cedido pela CODATA à PGE/PB, a implantação dos programas de software livre iniciou há quase cinco anos, inspirado na política do governo federal, tendo em vista o corte de gastos com a aquisição de computadores, economizando os valores relativos ao licenciamento de produtos como sistemas operacionais, suítes de escritório, antivírus, entre outros.

“O objetivo era o de melhorar a segur…